terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

RCML - Robot Control Meta Language

Esbarrei no RCML (https://toolkit.rcml.tech/) hoje, e só posso dizer que achei a ideia muito interessante.

O WORA (write once, run anywhere) foi um slogan criado pelo pessoal da Sun Microsystems, para descrever o código Java, que uma vez escrito, pode ser executado em qualquer sistema operacional que tenha um interpretador Java disponível.

Naquela época, linguagens interpretadas já não eram novidade, mas esse pequeno bordão ajudou muita gente de fora do meio a entender o poder desse conceito.

O RCML é, como o nome diz, uma meta linguagem, e bebe na fonte das linguagens interpretadas, só que ao contrário!

A grande sacada do RCML toolkit é que ele converte as linguagens de alguns fabricantes de robôs industriais (até agora, ABB, KUKA, FANUC e Motoman) em RCML, e através de alguns APIs, pode controlar os braços mecânicos executando o código RCML, que pode depois ser reutilizado em robôs de outras marcas, ou mesmo fracionado/reorganizado, de acordo com a necessidade.

As possibilidades de uso são imensas.

No segundo vídeo linkado abaixo, por exemplo, o cara cria um programa em um KRC4 . Pega esse programa, carrega no RCML toolkit, que por sua vez traduz o código KRL da KUKA em RCML e depois comanda o robô executando o código RCML recém-criado.

E para sapatear na cara da sociedade da robótica industrial, após uma pequena alteração em um arquivo de configuração, o MESMO código RCML criado a partir do KRL é utilizado para controlar um robô FANUC, que inclusive está montado em uma posição diferente da do KUKA.

Vídeo explicando o conceito (narração em russo! Mas dá pra ligar as legendas).



Vídeo (curto) mostrando a implementação do RCML.



Versão estendida do vídeo anterior, mostrando todos os passos em detalhes.



Até pouco tempo atrás, era comum que as empresas optassem por utilizar uma única marca de robôs industriais, para facilitar manutenção, treinamento e aquisição de peças de reposição, por exemplo.

Mas nos tempos atuais, com essa enxurrada de robôs de baixo custo invadindo o mercado e com o chão de fábrica ficando cada vez mais diversificado, o RCML faz muito sentido.

Existem outras iniciativas do mesmo tipo, como o ROS-Industrial, que está há mais tempo na praça. Mas pelo pouco que vi, me pareceu que o RCML está um pouco mais maduro para ser utilizado em ambientes industriais.

*Para conhecimento: continuo não gostando do Java.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

DOWNLOAD DO DENSO WINCAPS III


Ainda pretendo fazer um post mais abrangente sobre simuladores de robôs industriais.

Enquanto isso não acontece, fiquem com o link para download do Wincaps III, que é a ferramenta de simulação da DENSO Robotics.

Ele pode ser baixado gratuitamente no site do fabricante:

http://densorobotics.com/products/off-line-software-wincaps

Nesta mesma página, existe o código com uma licença de demonstração de 90 dias.

Abaixo, um pequeno tutorial.



Divirtam-se!

Robotic Urological Surgery: State of the Art and Future Perspectives

Passeando por esse mundão chamado internet, esbarro no capítulo de um livro sobre robótica com o singelo título de: 

"Robotic Urological Surgery: State of the Art and Future Perspectives" 

Tenham bons pesadelos.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Eric's Robot Backer Upper - ferramenta para backup de robôs FANUC

Tempos atrás falei da ONE Robotics Backup Tool V2.

Agora me deparei com outra ferramenta para gerenciar backups de FANUC, chamada Eric's Robot Backer Upper, ou, para facilitar, ERBU.


Além do gerenciamento de backups em si, o ERBU tem outras funções interessantes, como a execução remota de scripts .cm, por exemplo.

manual (em pdf) descreve todos os recursos, em detalhes.

Ainda não tive oportunidade de testar o ERBU, mas o farei assim que possível.

O software pode ser utilizado em modo demo (apenas um projeto, contendo um robô). Mas a licença custa apenas 10 US$. Para quem trabalha muito com robôs FANUC, acho que é uma ótima pedida.

sábado, 27 de maio de 2017

Robôs industriais em Westworld

Bom, mais ou menos...

O Moviecode é um excelente blog, onde são analisados trechos de código que aparecem em filmes, séries e programas de tv. Para quem curte o assunto, é um prato cheio.

Recentemente, o blog se desdobrou em um canal no YouTube, Behind the Screens, e em um dos vídeos publicados lá, escrutinaram o teaser da série Westworld (HBO).

Ao longo dos 6 segundos do teaser original, aparecem alguns trechos de código, em linguagens variadas.

Enquanto em algumas produções esses trechos não passam de Hello World's pescados na Internet, no caso de Westworld a produção teve muito cuidado em selecionar as linguagens exibidas. Todas tem alguma coisa a ver com robótica, sendo que duas são linguagens de programação de robôs industriais.

Evidentemente, não vou falar quais são :D

Mas uma rápida olhada no vídeo abaixo não vai deixar dúvidas.



Ver robôs industriais em obras audiovisuais já é comum. Entretanto, acho que é a primeira vez que me deparo com código, mesmo que tenha sido só um vislumbre.

Recomendo o blog e o canal.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Download do Universal Robots URSim




Já faz tempo que devo um post mais elaborado sobre a Universal Robots, que foi pioneira no desenvolvimento e comercialização dos robôs industriais colaborativos (cobots).

E também já faz tempo que gostaria divulgar que o simulador deles - URSim - está disponível para download gratuito.

O URSim é um software nativo para sistemas operacionais GNU/Linux, mas caso seu computador use Windows ou Mac, a UR oferece máquinas virtuais prontas. Muito bacana!

O URSim pode ser baixado neste link. E o link direto para a versão mais atual no momento em que escrevo este post (URSim 3.4.1.59) é esse aqui.

Divirtam-se!